Buscar

Casar é bom, ruim é a escolha de quem diz que casamento não presta!





“Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá” (Gálatas 6:7).


Sabe o que me deixa muito triste?


Fico muito triste quando termino dar uma palestra para pessoas solteiras sobre a importância de fazer a escolha certa no que diz respeito à vida sentimental e alguém casado que ouviu a mensagem me procura e diz: “acabei de me dar conta da besteira que fiz com a minha vida. Deveria ter ouvido essa mensagem anos atrás”.


Já ouvi muitas pessoas casadas afirmando que: “a pior coisa que fiz em minha vida foi me casar. Casamento não presta”.



Ouvir estas palavras faz meu coração queimar.


E ver a quantidade de pessoas que estão frustradas em relação ao casamento me dá mais motivação para aprender e ensinar os solteiros desta geração a fazerem uma boa escolha em relação ao futuro cônjuge.


Mas será que essas pessoas estão certas em suas reclamações sobre o casamento?



A REALIDADE DIZ QUE ESTÃO ERRADAS!



Se observarmos a realidade dos casamentos, divórcios e novos casamentos, veremos que a própria atitude da maioria das pessoas mostra que o casamento não é o problema.


Afinal, mesmo pessoas que dizem que "casamento não presta", logo que enfrentam um divórcio ou mesmo quando sofrem com a morte do cônjuge, não ficam sozinhas por muito tempo, mas acabam se casando pela segunda vez.


Como isso pode ser possível?


A resposta é simples: o casamento não é o problema.



Se o casamento fosse um problema ou se fosse ruim um(a) viúvo(a) que sofreu enquanto casado(a) nunca voltaria a se casar.


Se o casamento fosse o problema, quem se divorcia fugiria do altar "como o diabo foge da cruz".


Assim, quando uma pessoa que foi infeliz em sua primeira experiência de casamento decide se casar novamente, ela deixa claro que o problema não é o casamento.



SE O CASAMENTO NÃO É O PROBLEMA, PORQUE AS PESSOAS SE SEPARAM?



Na verdade, quando uma pessoa diz que casamento não presta, mas se casa novamente após passar pelo divórcio ou por ter ficado viúva, ela está deixando muito claro que o problema estava na escolha dela.


Sim, ela errou ao escolher a pessoa com quem iria casar.


Mas quer saber qual é o grande problema?


O verdadeiro problema é que muitos só percebem que fizeram a escolha errada em relação a pessoa com quem se relacionam depois que se casam.


Quando isso acontece, só existem três escolhas:


– Encarar o desafio de se adaptar e fazer o casamento dar certo.

– Ficarem infelizes ao lado da pessoa com quem descobriram que não são compatíveis.

– Ou o divórcio.


O interessante é que logo que percebem que se deram mal na escolha que fizeram, muitos começam a dar desculpas e dizer que foram enganados pelo parceiro, que ele ou ela era uma pessoa, mas mudou e se transformou em alguém muito diferente depois do casamento.


Mas isto também, nem sempre é verdade!



AS PESSOAS MUDAM, MAS AS ATITUDES DELAS PODEM NOS DIZER MUITO SOBRE ELAS



Até acredito que alguém possa ser enganado no tempo de namoro e noivado, mas a verdade é que a maioria das pessoas engana a si mesmo.


Elas são enganadas não pelo outro, mas por suas expectativas, pelo desejo que o outro vai ser uma pessoa melhor depois que assumir o compromisso do casamento e pela falta de atenção.


Mas quer saber?


Ninguém consegue esconder sua personalidade, suas manias e muito menos seu caráter por muito tempo.


Pode ser que na fase romântica do relacionamento o rapaz ou moça tente transmitir uma falsa imagem para conquistar.


  • O livro casamento começa no namoro foi escrito para te ajudar a ter um namoro capaz de gerar um casamento firme e inabalável. Clique aqui e saiba mais


Porém, com o passar dos dias a mascará cai, e a mascará sempre caí.


Basta observar as pessoas e seus comportamentos para que sejamos capazes de saber quem elas são de verdade.


E não estou dizendo para você observar os gestos de carinho ou as atitudes do outro apenas no momento em que as coisas estão bem.


Geralmente, as pessoas mostram quem são de verdade nos momentos de tensão.



A REAÇÃO DAS PESSOAS QUANDO NÓS ERRAMOS MOSTRA QUEM ELAS SÃO!



Imagine que o Marcos marcou com Ana de irem ao shopping as 18hrs e Ana chegou a 18h45m. Marcos não suporta atrasos e tem razão de estar chateado com Ana por ter se atrasado. Porém, a forma como ele reage ao atraso vai dizer quem ele é.


Se Marcos perde o controle no namoro por um atraso, imagina quando se casar e tiver que conviver com outros atrasos?


E o dia que Ana viu o Marcos dando um abraço em uma garota que encontrou na rua? Ela teve uma crise de ciúmes, chutou o balde, brigou muito, “armou o maior barraco”, arranhou o rapaz e empurrou a menina. O problema é que mais tarde, ela descobriu que a menina era irmã de Marcos por parte de pai!


A maneira como Ana reage diante de um possível erro do Marcos, mostra como ela é de verdade.



CUIDADO COM A ESCOLHA DA PESSOA COM QUEM VOCÊ VAI SE CASAR!



Para não correr o risco de se casar e ser mais um entre aqueles que se frustraram ou entre aqueles que se divorciaram, é importante ter muito cuidado ao escolher a pessoa com quem vamos nos casar.


Essa escolha é tão importante que está entre as três escolhas mais importantes da vida do todo ser humano.


– A primeira escolha diz respeito a entregar ou não sua vida a Cristo.

– A segunda é qual carreira você vai seguir.

– E a terceira é com quem você vai se casar.


O resultado dessas três escolhas determinarão o sucesso ou fracasso de sua vida pelo resto de seus dias.


Por isso, é importante que você nunca se esqueça de que: "somos livres para fazer nossas escolhas, mas seremos escravos de suas consequências".



QUEM TEM PRESSA TROPEÇA



Não tenha pressa para escolher a pessoa com quem você vai se casar, não se case por medo de perder alguém ou para prender a pessoa, não force ninguém a ficar ao seu lado, mas só se case quando você tiver certeza de que encontrou a pessoa certa.


Observe o outro cuidadosamente, não se iluda e não brinque com sua vida sentimental.


Seu futuro cônjuge é o único parente que você pode escolher.


Portanto, para escolher certo, ore pedindo a Deus discernimento.



Peça a Deus para guardar seu coração e para que você não seja enganado por suas expectativas ou pelo desejo de que o outro mude para melhor depois do casamento.


Seja prudente e vigilante para identificar os sinais de que um relacionamento não dará certo e tenha coragem para abrir mão daquilo que você percebe que não tem futuro.


Não cometa o erro de se casar por qualquer outro motivo que não seja a consciência de que você encontrou alguém com quer viver para toda a vida.


Como a Pra. Sarah Sheeva diz: “Encalhado não é o solteiro, encalhado é o casado que casou errado”.


Não seja mais um!



ASSISTA A UM DE NOSSOS VÍDEOS NO YOUTUBE




456 visualizações0 comentário

NAMORO COM PROPÓSITO

Ipatinga, Minas Gerais, Brasil

Atendimento: Seg. a Sex. de 13h as 18h

(33) 9 8881 1677

contato@ncpoficial.com.br

CNPJ 24.096.557/0001-36

© 2020 por Namoro Com Propósito | Nossa missão é ensinar princípios para solteiros, namorados e noivos