Buscar

NAMORAR COM PRIMO, PODE? Tudo o que você precisa saber sobre o namoro entre primos.


Namoro entre primos é um assunto muito delicado e ainda que se fale muito sobre o tema, este é um assunto controverso e polêmico!


Várias pessoas, sem fundamento científico, médico ou religioso, dizem que o namoro entre primos é errado ou pecado.


Além disso, ainda existem aqueles que dizem que caso os primos se casem e venham ter filhos, os bebês nascerão com doenças e malformações.


Mas será mesmo que namoro entre primos é errado ou pecado? E quanto aos filhos, é mito ou verdade que eles podem nascer com alguma malformação?


É isto que veremos neste artigo.


Porém, como o tema é muito complexo não vou ficar apenas nas minhas palavras, quero fornecer uma resposta bíblica, cultural, de acordo com a legislação brasileira e cientifica sobre se é certo ou não primos namorarem e, espero que o texto ajude aqueles que estão vivendo algum dilema nesta área.





TÓPICOS DO ARTIGO:

  1. Por que primos podem ter facilidade de se apaixonarem?

  2. Casos de famosos que namoraram e casaram com primos.

  3. O que a Bíblia diz sobre o namoro entre primos?

  4. O que diz Moisés e a Lei do Antigo Testamento sobre o namoro entre primos?

  5. O que a lei civil diz sobre o namoro entre primos?

  6. O que diz os médicos?

  7. O que diz a maioria das pessoas sobre o namoro entre primos?

  8. A importância de ter a aprovação da família!

  9. É certo ou errado?


1. POR QUE PRIMOS PODEM TER FACILIDADE DE SE APAIXONAREM?


É comum que a admiração entre primos cresça em razão da convivência, afinal, são várias as oportunidades para ficar juntos: viagens em família, reuniões, passeios e festas.


Existe muita liberdade entre os primos e isso proporciona certa intimidade e oportunidade para que eles acabem gostando um do outro.


Diante disso, muitos começam a descobrir um sentimento diferente do amor familiar pelo outro.


E neste sentido, não é difícil encontrar pessoas que confessam que suas primeiras experiências intimas - beijos e até mesmo relações sexuais - ocorreram com primos.


Porém, quando dois primos se apaixonam, muitos acabam convivendo com o sentimento de estarem vivendo uma paixão proibida.


Alguns desistem do relacionamento, mas outros decidem seguir em frente, como podemos ver a partir dos casos mais famosos de pessoas que namoraram e casaram com primos.


2. CASOS DE FAMOSOS QUE NAMORARAM E CASARAM COM PRIMOS:


A prática do namoro entre primos é muito mais comum do que se pode imaginar, por exemplo, existem casos de pessoas famosas que casaram com primos e viveram muito bem em seus relacionamentos:


Johann Sebastian Bach, um cristão e grande compositor de música clássica, foi casado com sua prima Maria Barbara Bach;


Thomas Jefferson, que foi o terceiro presidente dos Estados Unidos, era casado com sua prima Martha Wayles Skelton;


Albert Einstein, um dos maiores físicos teóricos do mundo, era casado com sua prima Elsa Einstein;


Charles Darwin, que era nada mais nada menos que um naturalista, geólogo e biólogo britânico, célebre por seus avanços sobre evolução nas ciências biológicas, era casado com sua prima Emma Wedgwood;


E um dos casos mais famosos de casamento entre primos é o da Rainha Elizabeth e seu primo Felipe. Veja a foto:



Quanto ao casal Elizabeth II e seu marido, o Príncipe Philip, da Dinamarca, eles estão casados há 73 anos e possuem 4 filhos (Charles, Anne Elizabeth, Andrew Albert e Edward Antony), todos os filhos do casal, não possuem nenhum tipo de doença ou malformação, por serem primos.





Como podemos ver, esses famosos não encontraram problema algum em seus relacionamentos com seus primos, mas eles não são regra de fé para nós que somos cristãos e diante disso, é importante saber o que a Bíblia diz sobre o namoro entre primos.


3. O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE O NAMORO ENTRE PRIMOS?


Existem pessoas que defendem que a Bíblia não aprova o namoro e o casamento entre primos. No entanto, uma interpretação bíblica correta mostrará que isto é um equivoco.


A Bíblia não proíbe o namoro entre primos, mas proíbe entre parentes mais próximos.


O sentido dos termos originais da língua hebraica que são traduzidos como parentes próximos, referem-se a parentes de até terceiro grau, ou seja, de consanguinidade próxima.


As leis de países com maioria de cristãos também proíbem os casamentos entre parentes de até terceiro grau. Porém, diferente do que muitos pensam, primos primeiros já são ligações de quarto grau.


Veja o gráfico:




Portanto, biologicamente primos não são considerados como parentesco próximo, para o qual há uma proibição de casamento.


4. O QUE DIZ MOISÉS E A LEI DO ANTIGO TESTAMENTO DIZ SOBRE O RELACIONAMENTO ENTRE PRIMOS?


Segundo a lei de Deus entregue por meio de Moisés registrada em Levíticos 18:6-16, é proibido o casamento entre parentes próximos, mas quais são esses parentes de acordo com a lei de Moisés?


Moisés deixa claro que estes parentes são:


Pai e mãe (de sangue ou não): “Não descobrirás a nudez de teu pai e de tua mãe; ela é tua mãe; não lhe descobrirás a nudez. Não descobrirás a nudez da mulher de teu pai; é nudez de teu pai.” (Levítico 18.7-8).


Irmão ou meio-irmão: “A nudez da tua irmã, filha de teu pai ou filha de tua mãe, nascida em casa ou fora de casa, a sua nudez não descobrirás (…) Não descobrirás a nudez da filha da mulher de teu pai, gerada de teu pai; ela é tua irmã.” (Levítico 18. 9, 11).


Netos: “A nudez da filha do teu filho ou da filha de tua filha, a sua nudez não descobrirás, porque é tua nudez.” (Levítico 18.10).


Tios: “A nudez da irmã do teu pai não descobrirás; ela é parenta de teu pai. A nudez da irmã de tua mãe não descobrirás; pois ela é parenta de tua mãe. A nudez do irmão de teu pai não descobrirás; não te chegarás à sua mulher; ela é tua tia.” (Levítico 18.12-14).


Nora: “A nudez de tua nora não descobrirás; ela é mulher de teu filho; não lhe descobrirás a nudez.” (Levítico 18.15).


Cunhada: “A nudez da mulher de teu irmão não descobrirás; é a nudez de teu irmão.” (Levítico 18.16) – Temos nessa lei uma exceção colocada mais à frente, chamada de Levirato. Acesse aqui um estudo sobre o que significa levirato.


Mãe e filha ou mãe e neta: “A nudez de uma mulher e de sua filha não descobrirás; não tomarás a filha de seu filho, nem a filha de sua filha, para lhe descobrir a nudez; parentes são; maldade é” (Levítico 18.17).


5. O QUE A LEI CIVIL DIZ SOBRE O CASAMENTO ENTRE PRIMOS?


No Brasil, o casamento entre primos é permitido. Segundo o Artigo 1.521 do Código Civil, é proibido o casamento entre parentes colaterais até o terceiro grau – tio(a) e sobrinha(o) -, mas os chamados primos em primeiro grau, são na verdade parentes em quarto grau.


Nos Estados Unidos, 31 dos 50 Estados proíbem o casamento entre primos, ou o permitem apenas sob determinadas circunstâncias.


Contudo, em outras partes do mundo a prática chega até mesmo a ser incentivada. No Sul da Ásia e do Oriente Médio, por exemplo, entre 20 e 50% dos casamentos são entre primos.

Segundo dados, mais de 10% da população mundial está casada com um primo de segundo grau ou mais próximo, ou tem pais que são primos.


Portanto, de acordo com a lei civil brasileira, quem mora no Brasil está livre para se casar com um primo. Mas se mora em outro país, deverá descobrir o que rege a lei local. Afinal, a Bíblia diz que devemos obedecer à lei (Tito 3:1).


6. O QUE DIZEM OS MÉDICOS SOBRE PRIMOS TEREM FILHOS?


No que diz respeito ao casamento entre primos, os médicos sugerem que o casal realize exames para descobrir se são consanguíneos ou não.


Isso quer dizer que é possível sim, que os primos carreguem uma carga de consanguinidade muito próxima.



Portanto, caso o casal deseje casar, é muito importante realizar um CHECK-UP genético pré-nupcial para saber qual o grau de consanguinidade do casal.


Ao fazer este exame, caso o resultado dê positivo, o casal deve evitar o casamento para que não corram um grande risco de ter filhos portadores de malformação ou se decidirem se casar, precisam tomar a decisão de não ter filhos ou ainda, se quiserem ter filhos, precisam estar cientes de que os filhos podem nascer com alguma deficiência.


Mas, qual é a probabilidade de um casal de primos ter filhos com problemas ou malformação?


De acordo com uma pesquisa do Conselho Nacional da Sociedade de Genética dos Estados Unidos, o risco de um casal sem parentesco gerar um filho com deficiência é de 3%.


Já para casais que têm consanguinidade, o risco sobe apenas para 6%.


No entanto, é importante destacar que até mesmo esses 6% são questionáveis.


Cientistas afirmam que muitos desses estudos sobre os efeitos do casamento entre primos não levam em conta a influência de fatores não-genéticos sobre a saúde infantil, como nível socioeconômico, dieta materna durante a gravidez, e infecções.


O geneticista Alan H. Bittles da Universidade de Murdoch, na Austrália afirma: “As leis contra o casamento entre primos não estão fundamentadas pela ciência. Na verdade, os riscos à saúde de se casar com um primo têm sido grosseiramente exagerados.”.


Bittles acaba de publicar um livro sobre o assunto, “Consanguinity in Context”, em português: Consanguinidade em contexto.


Portanto, do ponto de vista cientifico, é mito que todo casal de primos vai ter filhos com problemas genéticos, porém, existe a recomendação para que os primos façam um exame para avaliar se são ou não consanguíneos.


Não há nenhuma proibição cientifica.


7. O QUE DIZ A MAIORIA DAS PESSOAS SOBRE O NAMORO ENTRE PRIMOS?

O mundo passou por muitas transformações e as pessoas se tornaram liberais em muitos aspectos, mas parece que o namoro entre primos não é um desses aspectos que foram mudados.

Acontece que para a maioria das pessoas o namoro entre primos é algo muito errado.

Recentemente nós realizamos uma enquete no Instagram tendo 13.254 participantes e embora acreditássemos que o assunto dividiria opiniões, o resultado foi surpreendente.

85% das pessoas (algo em torno de 11.265) responderam que não acham correto primos namorarem.

Algumas pessoas decidiram justificar sua opinião e disseram que foram criadas muito próximas de seus primos e que os consideravam como irmãos.


Outras disseram que era envolver demais a família e que um término entre os primos poderia causar problemas familiares

Ainda outras alegaram que caso os primos se casem e tenham filhos, eles correm o risco de sofrerem com doenças genéticas - mas como vimos, isso não tem respaldo cientifico.

E por fim, algumas pessoas disseram que não namorariam porque não acham certo.

Portanto, do ponto de vista cultural, o namoro entre primos é alvo de certo preconceito e desta forma, caso o casal de primos decidam seguir em frente com o relacionamento, é importante que eles estejam prontos para lidar com algum preconceito das pessoas.


8. A IMPORTÂNCIA DE TER A APROVAÇÃO DA FAMÍLIA!


Como vimos o namoro entre primos só enfrenta problema quando se esbarra nas questões culturais.


Isso faz com que a aprovação e a bênção dos pais seja muito importante.


Sempre digo que ninguém deve começar um relacionamento sem a bênção dos pais.


E caso aja uma proibição dos pais no caso do namoro entre primos, este pode ser um sinal de que o relacionamento não é de Deus ou pelo menos que não é o tempo.


Como saber?


Recomendo que o casal faça um propósito de oração pedindo a Deus que confirme por meio da aprovação do familiar (pai, mãe ou sogros) que está resistente se o relacionamento é ou não da vontade Dele.


Se os pais ou sogros permanecerem resistentes, eles devem entender que não é dá vontade de Deus, afinal, se Deus deseja que duas pessoas se unam, ninguém pode impedir. Porém, se os pais aprovarem e abençoarem o relacionamento este é um grande sinal que o relacionamento é de Deus.


Não é o único sinal, mas é um sinal muito importante.


Além da aprovação dos pais é preciso analisar se a pessoa é uma pessoa de Deus, se ela te aproxima de Deus, se ela tem tem intenções de casar com você e se ela deseja colocar a vontade de Deus acima da própria vontade e desejos no relacionamento.


Tudo isso, junto com a aprovação dos pais, mostra se um relacionamento é ou não vontade de Deus.


Mas, levando em conta que qualquer conflito entre um casal de primos pode tomar proporções maiores, tornando-se um conflito na família é extremamente importante tomar uma decisão de ter um relacionamento apenas com o consentimento familiar.


Se a família não aprova, o casal certamente vai enfrentar grandes problemas para manter o relacionamento e caso o relacionamento não vá adiante, pode causar uma ruptura familiar.


9. É CERTO OU ERRADO?


Vimos que a Bíblia não proíbe o casamento entre primos, que a lei brasileira e os médicos também não proíbem, desta forma, o namoro e o casamento entre primos no Brasil é permitido.


A única objeção é uma questão cultural ou moral.


Algumas pessoas são muito apegadas aos seus primos e os enxergam quase como irmãos.

Elas não conseguem se imaginar tendo um relacionamento amoroso com eles, por isso, acreditam ser errado.


Porém, outras pessoas não pensam assim e se elas decidirem ter um relacionamento com um primo, não devem ser julgadas, afinal, não existe nada além da questão cultural que as proíba de realizar tal ato.


Neste assunto, prevalece a questão de consciência:


"Mas aquele que tem dúvida é condenado se comer, porque não come com fé; e tudo o que não provém da fé é pecado". (Romanos 14:23)



CONCLUSÃO:


Minha recomendação aos que desejam ter um relacionamento com um primo é que elas orem e consultem a Deus sobre este desejo.


Que conversem com os familiares, façam exames e só tomem a decisão de seguir em frente em direção ao casamento com a aprovação da família.


E aí, o que você pensa sobre isso?


Espero que você tenha gostado, se gostou deslize para baixo e deixe seu comentário, ele é muito importante para nós!


ASSISTA A UM DE NOSSOS VÍDEOS NO YOUTUBE





448 visualizações0 comentário

NAMORO COM PROPÓSITO

Ipatinga, Minas Gerais, Brasil

Atendimento: Seg. a Sex. de 13h as 18h

(33) 9 8881 1677

contato@ncpoficial.com.br

CNPJ 24.096.557/0001-36

© 2020 por Namoro Com Propósito | Nossa missão é ensinar princípios para solteiros, namorados e noivos