Buscar

O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE NAMORAR ALGUÉM QUE TEM FILHOS? – Parte 3

Atualizado: 7 de Dez de 2020

O que a Bíblia diz sobre namorar alguém que tem filhos?


Terminei o texto anterior dizendo que a Bíblia é nossa regra de fé e conduta e que isso significa que, diante de qualquer assunto, devemos pensar como a Bíblia nos ensina a pensar.


Não é a opinião dos outros que deve prevalecer sobre nossas decisões, mas o conselho e a verdade divina presentes na Escritura Sagrada.


Até porque, embora possam existir duas ou mais opiniões sobre o mesmo assunto, existe apenas uma verdade e como cristão estamos convictos de que, certamente, encontraremos essa verdade apenas na Bíblia.


Deste modo, sendo o assunto que estamos tratando algo tão polêmico e pelo fato de não existir unanimidade sobre ele nem mesmo entre cristãos, é correto perguntar:


O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE NAMORAR ALGUÉM QUE TEM FILHOS?


Antes de qualquer coisa, é preciso afirmar que a Bíblia não trata em nenhum momento de maneira especifica sobre se é errado ou certo namorar ou casar alguém que tem filhos.


Sendo assim, você pode se perguntar: "E agora, o que fazer?"


Eu explico!


Quando encontramos assuntos que a Bíblia não trata diretamente, precisamos buscar assuntos paralelos que joguem luz sobre o que pretendemos descobrir.


É importante entender que embora a Bíblia não trate um assunto de maneira especifica, ela trata sobre leis e princípios universais que podem ser aplicados a todos os assuntos.


Assim, antes de tomarmos uma decisão, podemos confrontar os assuntos que ficamos em dúvida com os princípios universais tratados na Palavra de Deus e a partir destes princípios, devemos considerar o que é moralmente aceito pela Bíblia e, pedir ajuda do Espirito Santo para tomarmos a decisão correta.




A LEI DO LEVIRATO:


Existe uma lei Bíblica chamada levirato (ou levirado) que pode nos orientar sobre este assunto.


O levirato, era um costume observado entre alguns povos antigos e de acordo com este costume, o cunhado de uma mulher viúva teria o direito e a obrigação moral de se casar com a viúva do irmão caso eles não tivessem tido filhos ou quando ele morria deixando apenas filhas.


Era responsabilidade do irmão vivo, casar com a viúva, assumir suas filhas (caso ela possuísse) e gerar filhos homens (que seriam considerados filhos do irmão falecido).


Culturalmente, se o homem declinasse da responsabilidade de se casar com a mulher do seu irmão e cuidar dela e dos filhos, ele era visto como alguém imoral.


Este costume é mencionado no Antigo Testamento como uma das leis de Moisés e se observarmos nosso assunto a luz do levirato, podemos concluir que caso a pessoa com quem você deseja namorar tenha filhos, mas seja viúva, não existe pecado ou erro algum no fato de vocês se namorarem.


Ela pode reconstruir sua vida sentimental e amorosa.


QUANDO É ERRADO NAMORAR ALGUÉM QUE TEM FILHOS?


Já no Novo Testamento, encontramos apenas uma afirmação que mostra indiretamente, quando é errado casar-se com alguém que tem filhos.


É importante destacar, que o assunto que vamos tratar a seguir é tão polêmico (ou talvez seja até mais polêmico) que o nosso assunto principal desta série, isto é: "posso namorar alguém que tem filhos?"


Porém, mesmo que seja um assunto difícil de ser tratado, a Bíblia faz menção direta a ele.

E neste caso, não posso deixar de tratá-lo.


Portanto, é importante que você saiba que de acordo com a Bíblia, é errado namorar e casar com alguém que já foi casado e tenha se divorciado por qualquer outro motivo que não tenha sido o adultério.


O que tem a ver uma coisa com a outra?


Acontece que, a taxa de casais que optaram pelo divórcio aumentou consideravelmente entre 2016 e 2017. E de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cada três casamentos que ocorreram neste período, ocorreu um divórcio. Além disso, ter filhos, cada vez menos têm sido um impedimento para que os casais se separem.


Prova disso, é o aumento significativo de divórcios judiciais com sentença de guarda compartilhada que aumentou 13,4% em apenas 3 anos.


Ainda de acordo com o IBGE, nas últimas três décadas (de 1984 a 2014), o número de divórcios cresceu de 30,8 mil por ano para 341,1 mil.


Portanto, muitos pais e mães que hoje estão solteiros, já foram casados e por isso é importante perguntar o que a Bíblia tem a dizer sobre a situação destas pessoas. Isto é, é importante saber o que a Bíblia diz sobre namorar alguém que se divorciou.



O QUE BÍBLIA DIZ SOBRE O DIVÓRCIO?


Cristo reconhece somente uma razão válida para o divórcio, Ele disse: “Eu, porém, vos digo que todo aquele que repudiar sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, a faz adúltera; e quem casar com a repudiada, comete adultério.” (Mateus 5:32)


O mesmo também vale para o homem.


A Bíblia é clara ao dizer que Deus odeia o divórcio. (Malaquias 2:16)


Portanto, não agrada a Deus que as pessoas se divorciem.


O divórcio só é permitido pela Escritura Sagrada quando ocorre infidelidade conjugal.


Neste caso, Deus permite que o casal se separe; entretanto, mesmo assim Ele não ordena o divórcio.


Se for possível, é melhor que o casal se perdoe, corrija o erro e permaneçam casados.


Assim, quando entre o casal tem havido fidelidade, eles não devem se separar por qualquer outro motivo.


ALÉM DO ADULTÉRIO, EXISTE OUTRA SITUAÇÃO EM QUE A PESSOA PODE RECONSTRUIR SUA VIDA SENTIMENTAL?


De acordo com minha convicção respaldada pelo confronto desta pergunta a textos paralelos sobre o assunto, a resposta é sim.


Existem outros casos além do adultério em que o divórcio e o novo casamento sejam permitidos sem que o novo casamento seja considerado adultério.


Essas situações são: abuso e agressão físicas do cônjuge, risco de morte do cônjuge ou dos filhos e o abandono do cônjuge.


Biblicamente, considero todas essas situações como a quebra dos votos feitos diante do altar, das testemunhas e acima de tudo - diante de Deus.


Não estou dizendo que uma pessoa em tais circunstâncias deva se casar novamente.


A Bíblia definitivamente incentiva que pessoas que se divorciaram salvo em caso de adultério, permaneçam solteiras ou a se reconciliem com o cônjuge no lugar de um novo casamento (1 Coríntios 7:11).


Porém, é minha convicção que Deus oferece a Sua misericórdia e graça à parte inocente em um divórcio e permite que essa pessoa se case novamente sem que seja considerado adultério.


É MELHOR QUE O CASAL BUSQUE A SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA EM VEZ DO DIVÓRCIO:


O divórcio não é e nunca será a solução para os problemas do casamento.


E quem se separa pensando que vai resolver seus problemas, corre o sério risco de entrar num ciclo de começos e términos de casamentos.


O divórcio não é tão simples quanto parece nos filmes, séries e novelas.


Pessoas que enfrentam o divórcio carregam dores, confusões, frustrações, traumas e marcas por toda a vida.


Portanto, é melhor que o casal busque ajuda de pessoas preparadas como sacerdotes, pastores, terapeutas familiares ou psicólogos cristãos para superarem os problemas do casamento e que não optem pelo divórcio.

PORQUE É ERRADO NAMORAR ALGUÉM DIVORCIADO POR OUTRO MOTIVO QUE NÃO SEJA O ADULTÉRIO E OS MOTIVOS CITADOS ACIMA?


De acordo com Romanos 7:2, o casamento deve durar por toda a vida. “Porque a mulher casada está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido” (Romanos 7:2).


Diante do fato de que a Bíblia enxerga o casamento com algo que deve durar por toda a vida uma pessoa que se divorcia por uma razão diferente das listadas acima e então se casa novamente cometeu adultério (Lucas 16:18).


A Bíblia também diz em 1 Coríntios 7:10-11: “Todavia, aos casados, mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido; se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.”


Desta forma, por estarem ligados um ao outro de forma mística pelo casamento, de acordo com a Bíblia se um dos cônjuges se divorcia por outra razão, além das citadas, deve permanecer solteiro.


Sendo que, aquele que optar pelo casamento, tanto ele, quanto a pessoa com quem ele se casar, estarão cometendo o pecado de adultério.


Por isso, biblicamente, é errado que alguém se case com uma pessoa que tenha sido divorciada e tenha filhos.


No próximo texto, vamos tratar sobre a importância de refletir se VOCÊ É OU NÃO CAPAZ DE NAMORAR E CASAR COM ALGUÉM QUE TEM FILHOS. Por isso, para você não perder este texto, sugiro que cadastre seu e-mail e assine nossa lista de notificações. Clique aqui


ASSISTA UM DE NOSSOS

VÍDEOS NO YOUTUBE



O que a Bíblia diz s

obre namorar alguém tem filhos?

464 visualizações0 comentário

NAMORO COM PROPÓSITO

Ipatinga, Minas Gerais, Brasil

Atendimento: Seg. a Sex. de 13h as 18h

(33) 9 8881 1677

contato@ncpoficial.com.br

CNPJ 24.096.557/0001-36

© 2020 por Namoro Com Propósito | Nossa missão é ensinar princípios para solteiros, namorados e noivos