Buscar

O que fazer quando o parceiro(a) pede para fazer sexo no namoro?

Atualizado: 29 de Dez de 2020




Fala pessoal, Júnior Meireles aqui e hoje eu quero falar sobre quando um dos namorados não consegue segurar a onda e pede para o parceiro fazer sexo, o que fazer quando isso acontece?


É exatamente isto que quero tratar aqui! 


Um dos grandes problemas do namoro em jugo desigual, isto é, namoro composto por pessoas que possuem princípios, propósitos e crenças diferentes é a questão do sexo.



Pessoas que não têm a bíblia como regra de fé, não enxergam problemas em ter relações sexuais antes do casamento.


Algumas dessas pessoas chegam a fazer da adolescência e da juventude um tempo de colecionar experiências nessa área.


Quisera eu que apenas os de fora da igreja fossem assim.


Atualmente temos um sério problema: muitos dos que congregam em nossas igrejas, fazem parte de ministérios e até estão no altar, abandonaram o temor ao Senhor, pecaram (e alguns estão na prática do pecado) na área da sexualidade como se isso fosse normal e Deus não se importasse.


  • Sabe aquele livro que pode salvar seu relacionamento? O livro Mude, antes que seu relacionamento pode fazer isto. Clique aqui e saiba mais


Portanto, hoje em dia, até mesmo aqueles que procuram namorar pessoas do mesmo ciclo de fé, enfrentam problemas com parceiros que não entendem a importância de se guardar para o casamento ou entendem e ignoram.


Ainda existem aqueles que possuem fraquezas na área da sexualidade e mesmo entendendo que devem se guardar para o casamento acabam sendo tentados em algum momento.



Para aqueles que enfrentam esse problema e não sabem o que fazer, seguem 5 dicas:



1. NÃO TENHA MEDO DE PERDER POR SE POSICIONAR



Tem gente que têm medo de perder o parceiro(a) ou que ele(a) procure alguém para lhe satisfazer sexualmente e por isso acaba cedendo.


Mas, na minha opinião, fazer isto é muito mesquinho. É se rebaixar e mendigar a presença do outro. Se alguém precisa de algo para ser fiel ou para ficar na sua vida, essa pessoa não te ama, ama o que você tem para oferecer e se um dia você não tiver ou estiver impossibilitado de oferecer te abandonará.



2. NÃO FIQUE CONSTRANGIDO(A)



Não tenha vergonha de ser diferente em um mundo tão perdido. A pureza sexual e a escolha de abster-se do sexo antes do casamento é uma virtude.


Lembrando que até mesmo aqueles que não são mais virgens podem tomar a decisão de se tornarem puros. Pureza e virgindade são coisas distintas.


Virgindade é um estado do corpo, pureza é uma luta diária contra o pecado da mente e do corpo. Tem gente virgem que vive se masturbando, acessando pornografia e em conversas imorais, eles não são puros.



Porém, tem gente que não é virgem, pecou, sabe que pecou, mas se arrependeu e hoje se abstém de tudo isso, eles são puros. Portanto, mais que um estado do corpo, pureza é a luta diária contra o pecado e Deus honra aqueles que pecaram na área da sexualidade, se arrependeram e mudaram tanto quanto honra aqueles que são virgens.




3. MOSTRE A PESSOA A RAZÃO DA SUA FÉ



Se você explicar biblicamente o motivo de não fazer sexo, o outro pode ser convencido pelas verdades bíblicas e adotar o mesmo estilo de vida que você. A verdade liberta! 


"Estejam sempre prontos para responder a qualquer pessoa que pedir que expliquem a esperança que vocês têm". (1 Pedro 3:15)



4. MESMO QUEM JÁ PRATICOU O SEXO NO NAMORO TÊM DIREITO DE ABSTER-SE E O PARCEIRO DEVE RESPEITAR



Tem pessoas que me procuram e dizem: "eu e meu(a) namorado(a) já praticamos sexo, o que fazer?


Será que ele(a) vai entender se eu decidir não me abster do sexo?" certamente é um caso mais complicado, porém, é necessário entender que todos nós temos o direito de voltar atrás e até mesmo tomar a decisão de não continuar fazendo determinada coisa.


Ninguém pode nos forçar a fazer o que não desejamos fazer.


Portanto, neste caso,  é necessário que a pessoa siga a dica 3, que explique ao outro a razão da decisão de abster-se do sexo e que ela priorize sua vida espiritual e sua salvação em um nível superior ao relacionamento e ao parceiro - sendo capaz de até mesmo colocar em prática a dica 5. 



Contudo, que fique claro: não tem essa de que é tarde demais! Nunca é tarde para se arrepender e mudar!



5. CASO O OUTRO NÃO RESPEITE SUA DECISÃO TERMINE O NAMORO


Vivemos a cultura do descartável. Algumas pessoas ao lerem o titulo deste artigo pensam de inicio: "termina com ele(a)", mas será que nós cristãos devemos agir assim?


Devemos romper nossos relacionamentos ao menor sinal de problema?


Eu creio que não!


  • O livro Deus une propósitos pode te ajudar a descobrir seu propósito e a entender a importância de encontrar alguém com um propósito parecido com o seu. Clique aqui e saiba mais


Precisamos acreditar nas pessoas, entender que cada um tem suas fraquezas e lutar para que elas sejam alcançadas pela verdade.


Por isso, defendo que no primeiro momento a pessoa deve se posicionar, conversar com o parceiro e explicar a razão de sua fé.



Se depois de fazer isto o outro não entender ou não respeitar, ai sim, recomendo que a pessoa termine o relacionamento. 


Melhor perder o(a) namorado(a) do que pecar e perder a presença de Deus.


Espero ter ajudado!


ASSISTA UM DE NOSSOS VÍDEOS NO YOUTUBE





6,458 visualizações0 comentário

NAMORO COM PROPÓSITO

Ipatinga, Minas Gerais, Brasil

Atendimento: Seg. a Sex. de 13h as 18h

(33) 9 8881 1677

contato@ncpoficial.com.br

CNPJ 24.096.557/0001-36

© 2020 por Namoro Com Propósito | Nossa missão é ensinar princípios para solteiros, namorados e noivos